Financiamento ou consórcio imobiliário: qual é o melhor?

O sonho da casa própria chega para todos, não é mesmo? Pelo menos foi que a pesquisa da DATAFOLHA, encomendada pela Qualicorp, apontou. Mais de 2/3 da população considera que o imóvel próprio é o requisito mais importante para viver bem.

 

E já que a casa própria está ligada à qualidade de vida, não podemos deixar de falar sobre os custos dessa aquisição. Afinal, o dinheiro influencia diretamente no modo como as pessoas vivem.

 

Pensando em ajudar as pessoas que estão com dúvidas sobre a modalidade de pagamento, fizemos um comparativo sobre o consórcio e o financiamento imobiliário, duas opções bastante procuradas na hora de comprar um imóvel ou carro financiado à longo prazo.

 

Financiamento ou consórcio imobiliário, qual é o melhor para você? Descubra!

 

Consórcio imobiliário: como funciona?

 

Para os mais leigos, vale uma breve apresentação sobre como funciona o consórcio, seja imobiliário ou de outro bem:

 

Resumidamente, o consórcio reúne um grupo de pessoas interessadas em comprar algo com valor idêntico como, por exemplo, uma casa no valor de R$200.000. Então, esse grupo colabora mensalmente com uma parcela em dinheiro, que será acordado com a administradora.

 

Também mensalmente, ocorrem os sorteios. Nestes eventos, uma pessoa é contemplada aleatoriamente com uma carta de crédito no valor total do consórcio (vamos usar este exemplo de R$200.000), e pode usar para comprar ou quitar o imóvel.

 

Leia também: Confira as principais perguntas sobre como funciona o consórcio imobiliário!

 

Já o Financiamento da casa própria…

 

No caso do financiamento imobiliário, você pode procurar por instituições que oferecem esse tipo de crédito, como os próprios bancos.

 

Neste momento, é ideal que você faça um planejamento, especialmente para entender o impacto financeiro desse sonho.

 

Uma ferramenta que pode ajudar bastante nessa etapa é o simulador de financiamento imobiliário. Ele também pode te dar uma base sobre a escolha do imóvel e da instituição.

 

Em seguida, o banco vai avaliar a sua situação financeira mais de perto e identificar se você é capaz de assumir aquele parcelamento, além de analisar se o seu nome está sujo ou com baixa pontuação no score do Serasa, o que dá indícios de um perfil mau-pagador.

 

Leia também: como simular o financiamento imobiliário de um jeito fácil?

 

Quanto tempo pode demorar para ter as chaves em mãos?

 

Uma das melhores vantagens do financiamento é que você assina o contrato e já pega as chaves da casa própria, a menos que o imóvel esteja na planta, em construção ou apenas terreno. Já no consórcio, pode levar até 200 meses (ou o tempo limite de contrato) para te beneficiar com a carta de crédito.

 

A pergunta que não quer calar: o consórcio tem juros?

 

Uma das coisas que poderiam dificultar ainda mais a aquisição de um bem é a inclusão de juros abusivos na parcela, concorda? No caso do consórcio, não existem juros, mas as taxas de administração variam de 0,2% a 0,4% por mês.

 

No final das contas, poderá ser observado um acréscimo de cerca de 15% em cima do valor total, mesmo sem ter o bem ou a casa na sua posse.

 

Além disso, para quem atrasar ou deixar de pagar a parcela, corre o risco de: pagar multas, juros, ter cota cancelada e até ser expulso do grupo de consorciados.

 

Quais são as taxas e juros do financiamento imobiliário?

 

Já no financiamento imobiliário, especialmente com as condições de programas como o da Minha Casa Minha Vida, os juros podem começar na faixa de 4,59% ao ano, com prestações a partir de R$100. Fique atento aos requisitos e modalidades!

 

Uma das vantagens da mensalidade de um financiamento é que o valor pode diminuir a cada parcela durante todo o contrato (que dura cerca de 12 até 360 meses), como acontece no sistema SAC – Sistema de Amortização Constante.

 

Afinal, vale a pena fazer financiamento ou consórcio imobiliário?

 

Resumidamente, só vale a pena fazer um consórcio se você estiver sem pressa de adquirir a casa própria, ou seja, puder esperar até mesmo cerca de 10 anos para ser contemplado com a carta de crédito.

 

Neste meio tempo, também deve ter a noção que existe uma mensalidade obrigatória a ser paga, além das taxas, então o planejamento financeiro é indispensável.

 

Se você apenas precisa de uma forma de “guardar” esse dinheiro, considere investimentos de baixo risco, além da poupança. Assim, você guarda um bom valor e aproveita para dar de entrada no imóvel em pouco tempo e financiar o restante.

 

Se o consórcio não for a melhor opção, como financiar uma casa?

 

As parcelas do financiamento também comprometem o orçamento por um longo prazo, por isso a organização é crucial. Em algumas instituições, o financiamento pode ser quitado em até 35 anos, o que deixa o valor da parcela menor.

 

Em contrapartida, quanto mais dinheiro você juntar para dar o valor de entrada, menos sentirá a necessidade de prolongar as parcelas e, assim, a proporção das taxas também serão menores.

 

Outra forma de abater a entrada de um financiamento imobiliário é usando o FGTS na entrada. Quem diria que aquele valor parado poderia ser tão útil neste objetivo, não é mesmo?

 

Depois de planejar, faça uma simulação de financiamento imobiliário, isso irá ajudar a entender o quanto vai sair do seu bolso e em quanto tempo. Coloque na ponta da caneta custos com escritura e contratos, além de ficar atento na hora de escolher imóveis usados, que podem ter documentação irregular ou dívidas, por exemplo.

 

Leia também: qual é a diferença entre contrato, escritura e registro de imóveis?

 

E por fim, quando escolher um banco, investigue todos os pontos do contrato, leve uma cópia para a casa e o entenda de ponta a ponta antes de assinar!

 

3 Comentários

  1. Alexandra Mattos

    2 de maio de 2019 - 12:28
    Responder

    Nossa agora vou juntra muito dinheiro por ter lido este conteúdo e fazer a viagem que sempre quis

    Obrigada

  2. Vera Silva

    2 de maio de 2019 - 14:13
    Responder

    Caramba!Gostei muito do artigo do seu site. Estarei acompanhando sempre.Grata!!!

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *